quarta-feira, 25 de agosto de 2010

DE MUDANÇA



Carrego comigo:


Muitas recordações e poucas memórias
Muita hereditariedade e pouca herança
Muitas experiências e poucos fatos


Pequenas escolhas e enormes concessões
Pequenos passos e grandes tombos
Pequenas pausas no meio de muito trabalho


O silêncio dos dizeres
O calor dos bons afetos
E o cheiro do amor


A perda de tempo que me faz preencher a vida
A boa companhia que me faz minha solidão
E o porta xampu que trago desde que morava com os meus pais!

4 comentários:

Márcia disse...

Lindo, querida. Adorei!
Beijos, Márcia.

Thais Abrahão disse...

Estou com saudades de vc!

Joana Cristina disse...

Nossa filha.....as palavras deste texto são tão suas, entendo que pertencem tanto a um momento seu de reflexão, que simplesmente não tenho nada a dizer, assim eu me sinto...., somente quero estar sempre ao seu lado. Beijo grande

Thais Abrahão disse...

E eu não sei o que seria de mim sem esse porta xampu, mãe!
Amo vc.